Edição do dia
Ter, 17/10/2017 | Atualizado em: 17/10/2017 às 09h57

Barrill! Mudanças não agradam

Franco Adailton e Henrique Almeida*
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Após o feriado prolongado de Nossa Senhora Aparecida, o fluxo de pessoas no, agora, Terminal Transbordo Acesso Norte aumentou. No local, transitam, diariamente, cerca de 70 mil pessoas. A expectativa é que esse número aumente com a mudança.

Com sinalizações e ajuda dos funcionários do local, aos poucos, os passageiros se familiarizam com a nova forma de operação do Terminal.

Promotor de vendas, Cléber Santos, 33, afirma que com a mudança ele teve que se deslocar à Estação e perdeu a possibilidade de fazer o trajeto direto para o trabalho. "Eu saio dos Dois Leões e vou para Lauro de Freitas. Vou gastar muito mais tempo vindo para o Terminal", diz.

"Para mim é indiferente, faço o mesmo percurso de antes. Saio de Brotas e venho ao Terminal para pegar algum ônibus que vá para o Cabula. Geralmente, pego São Gonçalo, já que outros como Sussuarana demoram", diz o representante de vendas Luiz Sérgio.

Desde a última quinta, 12, o Terminal Acesso Norte passou a operar nos moldes das Estações Lapa e Pirajá. Com a mudança, o local virou parada para coletivos oriundos de 32 localidades.

* Sob a supervisão do jornalista Luiz Lasserre