Edição do dia
Ter, 17/10/2017 | Atualizado em: 17/10/2017 às 09h57

Brasileirão Leão quase devora o Peixe

Tiago Lemos
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

O Vitória voltou a fazer uma excelente partida fora de casa, ontem, no Pacaembu, mas quebrou a sequência de cinco triunfos como visitante no Campeonato Brasileiro. Depois de estar à frente do placar em duas oportunidades, o Leão viu o Santos igualar o confronto, e o jogo terminou em 2 a 2.

"Fizemos mais um bom jogo fora de casa. Nossa equipe vai um pouco triste para casa, porque sabemos que poderíamos ter vencido o jogo", contou o atacante Neilton, logo após a partida.

Com o resultado, o time comandado por Vagner Mancini ocupa o 15º lugar no Campeonato Brasileiro, com 33 pontos. Já o Santos é o terceiro colocado, com 49.

O Rubro-Negro foi perigoso nos contra-golpes desde o início do jogo. O primeiro gol aconteceu aos 22 minutos, quando Neilton roubou a bola de Copete e iniciou contra-ataque. Aí, a bola chegou até Tréllez, que tocou para Fillipe Soutto. Depois, o volante rolou para David, que driblou Vanderlei e chutou firme para abrir o placar, um golaço!

Logo depois, Uillian Correia quase amplia com uma bomba de fora da área, mas Vanderlei estava esperto para espalmar.

Aos 36, Jean Mota aproveitou cruzamento de Zeca da esquerda, subiu mais que Juninho e usou a cabeça para empatar a partida.

Na segunda etapa, a partida seguiu eletrizante, com os vários erros do Peixe e as investidas perigosas do Leão. O gol do Vitória, no entanto, aconteceu em jogada ensaiada. Aos 19, um escanteio curto terminou com cruzamento de Neilton e gol de cabeça de Wallace.

Cinco minutos depois, o empate da equipe paulista. Depois de Juninho roubar a bola e "devolvê-la" ao adversário, Daniel Guedes cruzou da direita e Ramon marcou contra, de cabeça.

Neilton teve a chance de garantir os três pontos, mas acertou o travessão após cruzamento de David. Mesmo assim, a campanha do Leão como visitante é irretocável. São sete partidas seguidas sem derrotas: cinco vitórias e dois empates.

Para se afastar da zona de rebaixamento, porém – distância de um ponto –, o Vitoria tem que ganhar em casa. Nesta quinta-feira, recebe o Atlético-PR, às 7h da noite, no Barradão, pela 29ª rodada. Mais uma chance de acabar com o jejum.