Edição do dia
Sex, 13/10/2017 | Atualizado em: 13/10/2017 às 05h01

Famílias sofrem sem Bolsa Família

davi fonseca*
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Garantir o pão de cada dia e manter as contas pagas se tornou mais difícil para 4.819 famílias de Salvador, que somente no mês de agosto, até o dia 20, tiveram o Bolsa Família bloqueado devido à falta de atualização cadastral em 2017. Confira como vivem alguns deles nesta reportagem. Há também beneficiários que foram cortados por outros motivos (veja os principais ao lado).

Segundo o Ministério do Desenvolvimento Social, está sendo feita auditoria em cadastros de beneficiários em todo o País, com o objetivo de garantir que apenas as pessoas com o perfil para receber o Bolsa Família tenham acesso ao benefício: famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com renda por pessoa de zero até R$ 85 (extrema pobreza), e de R$ 85,01 a R$ 170 (pobreza).

Todas as famílias que precisam comparecer receberam correspondências informando os prazos limite para evitar o bloqueio. Em Salvador, segundo informações da Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps), há cerca de 183 mil famílias beneficiárias do Bolsa Família.