Edição do dia
Qua, 11/10/2017 | Atualizado em: 11/10/2017 às 05h00

Assalto Polícia apura se funcionário deu o 'canal'

ANDREZZA MOURA
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

A Polícia Civil apura se algum funcionário do Banco Santander, do Largo da Calçada, facilitou a ação dos quatro suspeitos de roubar a instituição, no início da tarde de ontem.

Dois dos homens tiveram acesso à central de abastecimento dos caixas eletrônicos, quando o tesoureiro da agência entrou na área, segundo um investigador do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco). Os outros dois suspeitos ficaram fora da agência, dando cobertura.

"Os caras aproveitaram o descuido do funcionário que foi abastecer e entraram. Pegaram o dinheiro e saíram correndo para lá [sentindo Mares]", disse o policial, afirmando que a porta do local foi deixada aberta.

Conforme informações da assessoria da Secretaria de Segurança Pública, os criminosos só conseguiram levar uma mochila com um notebook e uma pequena quantia em dinheiro. O valor levado não foi revelado.

A assessoria de comunicação da Polícia Civil informou que, ontem à tarde, algumas testemunhas foram ouvidas e intimadas a comparecer à sede do Draco, na Pituba. Imagens das câmeras de segurança da agência também foram coletadas. O caso é investigado pelo delegado Paulo Roberto Guimarães, do Draco.