Edição do dia
Ter, 10/10/2017 | Atualizado em: 10/10/2017 às 05h00

PMs se complicam por morte em viatura

Estadão Conteúdo
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Os dois policiais militares que atenderam a ocorrência envolvendo Laís Andrade Fonseca, 30, em Teófilo Otoni (MG), foram autuados por homicídio culposo. A mulher foi assassinada dentro da viatura pelo ex-marido, Valdeir Ribeiro de Jesus, 34, quando era levada ao lado dele para a delegacia. De acordo com a PM, eles descumpriram uma norma interna da corporação ao não revistarem novamente o suspeito antes que ele entrasse na viatura. No caminho para a delegacia, os policiais pararam na casa do homem para que ele pegasse seus documentos. Eles foram denunciados à Justiça Militar e retirados das ruas, mas responderão em liberdade.