Edição do dia
Seg, 09/10/2017 | Atualizado em: 09/10/2017 às 05h00

Travesti é assassinada na Avenida Gal Costa

Da Redação
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

redacao@jornalmassa.com

Uma travesti foi executada a tiros, no final da manhã de ontem, próximo a um canteiro de obras, na Avenida Gal Costa, na entrada da Vila Nova de Pituaçu, no bairro de São Marcos. Sob anonimato, populares informaram que a vítima não era moradora da região.

"Não é daqui. Trouxeram para executar aqui por volta de 11h. Foi tanto tiro que me assustei", disse uma moradora. "A única coisa que eu sei é que não é daqui", enfatizou um morador.

Informações do Centro Integrado de Comunicações (Cicom) das polícias Civil e Militar dão conta de que a travesti foi atingida por projéteis em diversas partes do corpo, sobretudo na região da cabeça. O corpo dela permanecia sem identificação até as 19h.

"Rapaz, eu estava em casa. Só ouvi os tiros. Foram tantos que, no início, cheguei a pensar que eram foguetes, que estava acontecendo alguma festa aqui no bairro", contou outra moradora da Vila Nova. Trabalhadores da obra não quiseram falar com a reportagem.