Edição do dia
Sáb, 07/10/2017 | Atualizado em: 07/10/2017 às 05h00

Medo a bordo Desespero leva à morte em assalto

Euzeni Daltro
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

A vendedora Luzenilda Santos Avelino Barbosa, 24 anos, morreu após pular de um ônibus em movimento, na tentativa de fugir de um assalto, por volta das 22h40 de quinta-feira (5), na Avenida ACM, próximo ao Shopping da Bahia, no Iguatemi. Ela bateu a cabeça na queda, segundo a polícia. Cinco pessoas, que também pularam do veículo em movimento, ficaram feridas.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que o assalto foi praticado por dois homens e uma mulher que entraram no coletivo como vendedores ambulantes. Eles anunciaram o assalto nas proximidades do Shopping da Bahia e começaram a recolher os pertences dos passageiros. Algumas pessoas entraram em pânico e pularam do veículo enquanto ele trafegava.

Policiais do Grupo Especial de Repressão a Roubos em Coletivos (Gerrc) analisaram imagens das câmeras de segurança do ônibus e conseguiram identificar a mulher. Segundo a polícia, ela já tem passagens pelo mesmo crime no Gerrc.

Até o início da tarde, 15 vítimas prestaram depoimento na unidade policial. O delegado José Nélis, coordenador do Gerrc, não atendeu às ligações da reportagem.

Luzenilda trabalhava em uma loja da rede C&A, no Shopping da Bahia. Ela saiu do trabalho e pegou o ônibus para casa, no bairro de Cabula V. A jovem era natural da cidade de Ubaíra (a 267 km de Salvador), estava noiva e não tinha filhos, conforme informações de parentes.