Edição do dia
Sex, 06/10/2017 | Atualizado em: 06/10/2017 às 05h00

Tiroteio Ousadia mortal para assaltante

Euzeni Daltro
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

A ousadia de três jovens em roubar transeuntes nas proximidades da sede da 11ª CIPM (Barra/ Graça), na Ladeira da Barra, ontem pela manhã, não durou muito. Após denúncia de populares, duas guarnições da unidade iniciaram uma perseguição aos suspeitos, que acabaram capturados após serem baleados em uma troca de tiros com os policiais na Rua Tenente Pires Ferreira. Eles estavam em um Honda Fit prata roubado [placa NYN-8130].

Um dos suspeitos já chegou morto ao Hospital Geral do Estado (HGE). O outro, identificado apenas pelo prenome Jonatas, permanecia internado na unidade até a tarde, e o terceiro conseguiu fugir, conforme a delegada Carmen Dolôres Bittencourt, titular da 14ª DT (Barra).

Antes da perseguição policial, o trio tentou roubar uma professora de boxe de 27 anos. O roubo não foi concretizado por que a mulher reagiu à investida com um soco no rosto do assaltante.

A vítima foi ouvida na 14ª DT, mas não quis falar com a imprensa. Em depoimento à delegada , ela disse que seguia para o trabalho, quando um homem saiu do Honda Fit e a abordou com uma arma de fogo, exigindo o celular.

"O que ela fez eu não recomendo. Em uma situação dessa, as pessoas devem se interiorizar e não reagir. Eles estavam armados e o desfecho poderia ser outro", recomenda a delegada Carmen Dolôres. "O suspeito que está custodiado no HGE será indiciado pela tentativa de roubo contra essa mulher", completou a titular.