Edição do dia
Qua, 04/10/2017 | Atualizado em: 04/10/2017 às 05h00

Mistério Investigadores buscam respostas

Das Agências
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

O autor do massacre que matou 59 pessoas e deixou 527 feridos em Las Vegas, nos Estados Unidos, Stephen Paddock, de 64 anos, transferiu US$ 100 mil (cerca de R$ 314 mil) na semana passada para uma conta nas Filipinas, país de sua esposa, Marilou Danley.

As autoridades não sabem ainda para quem ele enviou o dinheiro.

Segundo noticiou ontem a emissora NBC, a mulher de Paddock estava nas Filipinas quando ele abriu fogo contra as 22 mil pessoas que se divertiam em um festival de música country ao ar livre em Las Vegas, no último domingo.

Marilou, de 62 anos, tinha viajado para Hong Kong no último dia 25 de setembro, três dias antes de Paddock ter entrado em um quarto do hotel Mandalay Bay, de onde efetuou os disparos.

Fontes da investigação do massacre disseram à NBC que Marilou retornará aos EUA ainda hoje.

A polícia de Las Vegas afirmou, na última segunda, que não considerava a hipótese de Marilou estar envolvida no tiroteio, mas aguarda chegada dela para esclarecer tudo.