Edição do dia
Ter, 03/10/2017 | Atualizado em: 03/10/2017 às 05h00

Lula na mira Moro investiga caso dos recibos

das agências
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

O juiz Sérgio Moro aceitou o pedido da defesa do empresário Glaucos da Costamarques e solicitou ao Hospital Sírio-Libanês informações sobre a internação dele e seu relatório de visitas .

A defesa de Costamarques, dono do apartamento vizinho ao do ex-presidente Lula, em São Bernardo (SP), sustenta que as informações comprovam a tese de que o empresário assinou, enquanto estava internado, todos os recibos referentes a 2015, em um único dia, durante a visita de um contador.

Conforme a defesa, antes dessas assinaturas, o advogado de Lula, Roberto Teixeira, teria ido ao hospital para tratar sobre a quitação dos aluguéis.

Esses recibos foram entregues pelos advogados do ex-presidente em um dos processos da Operação Lava Jato, que ele responde na Justiça Federal do Paraná, sob responsabilidade de Moro. Dois deles possuem datas inexistentes (31/6 e 31/11). A defesa de Lula disse que os recibos são verdadeiros e que podem ser submetidos à perícia.