Edição do dia
Qui, 28/09/2017 | Atualizado em: 28/09/2017 às 05h00

7 Portas Caruru da feira é sucesso!

Felipe santana e Roseli Servilha*
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Por volta das 12h30 de ontem, já era possível observar a fila que se formava nas proximidades da Barraca Chapéu de Couro, na feira das Sete Portas. O cheiro do azeite de dendê que incensou os corredores do local, anunciava o caruru para São Cosme e Damião promovido pelo babalorixá André Nery. Com 20 anos de tradição, o caruru que é distribuído gratuitamente, reúne centenas de pessoas todos os anos, que além de procurar proteção exercem a fé.

A aposentada Natalina Bispo, 74 anos, conta que saiu de Bonito, na região da Chapada Diamantina, para participar pela primeira vez da tradição dos santos gêmeos. "Falei com minha filha que tinha o desejo de conhecer as festividades. Foram mais de 450 km para chegar até aqui, mas creio que tudo valeu a pena", conta aposentada. J

Já sua filha Eliene Bispo, 42 anos, conta que fez questão de levar a mãe para participar do caruru. "Participamos da missa na Capela de São Cosme e Damião e, em seguida, vim completar a tradição que é comer o caruru. Foi um dia bastante proveitoso, encontramos de paz, amor e união", disse.

O anfitrião do caruru, André Nery, conta que a preparação iniciou há duas semanas, começando pela compra dos produtos. "Selecionamos os melhores produtos para o caruru, além disso eu e mais cinco pessoas fazemos toda a preparação. Quem ajuda no preparo são pessoas de confiança com muita bondade no coração", afirma o babalorixá. Ele informa que em média são distribuídos cerca de 700 pratos de caruru.

*Sob a supervisão da editora Meire Oliveira