Edição do dia
Qui, 14/09/2017 | Atualizado em: 14/09/2017 às 05h00

Lula joga duro com Palocci: "Ele mentiu"

das agências
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

O ex-presidente Lula chamou seu ex-ministro, Antônio Palocci, de "calculista e frio" e disse que ele só citou seu nome para reduzir alguns anos de condenação. Acrescentou que não tem raiva, e sim pena, de Palocci. "Ele fez um pacto de sangue com os delatores, com os advogados e talvez com o Ministério Público", afirmou Lula, devolvendo a Palocci o termo 'pacto de sangue', que o ex-ministro usou ao se referir a um acordo entre Lula e a Odebrecht, que incluía um pacote de propinas de R$ 300 milhões. Nesta ação, Lula é acusado de receber propina da Odebrecht por meio da compra de prédio para a sede do Instituto Lula, que não chegou a ser construída, e de um apartamento vizinho ao que mora em São Bernardo do Campo (SP). O cacique petista nega tudo e chama as denúncias da força-tarefa da Lava Jato de 'ilações'. O depoimento durou 2h10.