Edição do dia
Ter, 22/08/2017 | Atualizado em: 22/08/2017 às 05h00

Renascer Um novo Centro Antigo para Salvador

Renato Alban
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

A prefeitura de Salvador anunciou, ontem, que vai investir R$ 200 milhões em obras e ações no Centro Antigo de Salvador até 2020 e abrir mão de R$ 28 milhões em impostos para incentivar a ocupação e reforma de imóveis vagos e a construção de edificações no local no mesmo prazo.

O projeto para revitalização do Centro Antigo foi apresentado pelo prefeito ACM Neto, ontem à noite, no Fera Palace Hotel, na Rua Chile. O prefeito afirmou que sete pontos da região passarão por obras: Avenida Sete, Praça Castro Alves, Terreiro de Jesus, Mercado de São Miguel e as praças Cairu, da Inglaterra e Marechal Deodoro.

Segundo a prefeitura, os recursos virão do município e de empréstimos do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) e do Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur), do Ministério Público.

No plano, também está prevista a implantação da nova sede da Fundação Gregório de Mattos (FGM) e dos museus da Música Brasileira e da História de Salvador. A prefeitura prometeu ainda reformar os terminais de ônibus do Aquidabã e da Barroquinha e levar seis órgãos municipais para a região.