Edição do dia
Qua, 16/08/2017 | Atualizado em: 16/08/2017 às 05h00

Concha Negra garante espaço para o som afro

Roberto Aguiar*
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Para garantir a música afrobaiana na programação mensal da Concha Acústica do TCA, o governador Rui Costa lançou ontem o projeto Concha Negra.

Os shows acontecerão sempre aos domingo, às 18h, com ingressos a R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia-entrada). Os blocos afros convidados serão remunerados com cachê fixo e ainda recolherão o valor arrecadado em bilheteria. "É um projeto que visa afirmar a identidade do povo da Bahia, da sua diversidade cultural", disse o governador.

O secretário de Cultura, Jorge Portugal, ressaltou que a iniciativa "é um abraço que o governo dá na cultura afrodescendente".

Os blocos afros participaram da construção do projeto e comemoram. "A Concha já foi bastante utilizada pelos blocos afros, mas recentemente estava muito voltada para os artistas do sul. Garanto que vamos fazer lindos espetáculos e lotar o espaço", afirmou Vovó do Ilê. O projeto tem a direção artística de Elísio Lopes Júnior.

* Sob supervisão do editor-coordenador Marcos Casé