Edição do dia
Qua, 09/08/2017 | Atualizado em: 09/08/2017 às 05h00

#Ovada: zoeira não tem prazo para acabar

alexandre santos
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Se a Câmara de Salvador fosse o Twitter, o termo 'João Dória' lideraria o ranking dos assuntos mais comentados um dia depois de o prefeito de São Paulo ser alvo de uma ovada na cabeça.

Assim como na rede social, figurariam nos 'trend topics' da Casa termos como #ovo, #ovacionado, #prefake, #coxinha, #baianodagema e #almofadinha.

Entre risos abertos e contidos, vereadores e frequentadores da Câmara não comentavam outra coisa senão a ovada recebida pelo tucano. Sem clima para assuntos sérios, a sessão da chamada SuperTerça acabou suspensa .

Quando foi atingido pelo ovo, Dória seguia para o plenário da Câmara, onde horas depois recebeu o título de cidadão soteropolitano, proposto pelo vereador Felipe Lucas (PMDB). A honraria, entretanto, provocou a ira de militantes de esquerda. Para muitos deles, Dória não seria merecedor da homenagem.