Edição do dia
Sáb, 05/08/2017 | Atualizado em: 05/08/2017 às 05h00

Baêa vai jogar 'final' do 1º turno

Tiago Lemos
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

O final do primeiro turno do Brasileiro é encarado pelo Bahia como uma decisão. O Esquadrão enfrenta o São Paulo neste domingo, 6, às 4h da tarde, na Arena Fonte Nova, em um 'jogo de seis pontos' contra o rebaixamento, pela 19ª rodada.

Enquanto o Bahia é o porteiro do Z-4, com 20 pontos, o clube do Morumbi ocupa a primeira vaga da zona, com 19 pontos. Uma derrota da equipe azul, vermelho e branca vai significar terminar o turno entre os que estariam rebaixados para a Série B.

"Estamos disputando um mesmo campeonato e trata-se de uma final. O treinador que conseguir enfatizar mais isso na cabeça do atleta vai sair com um melhor resultado. Tem que ter disposição e inteligência, saber o momento certo para atacar, ter equilíbrio", revelou o técnico interino do Bahia, Preto Casagrande, que vai comandar a equipe na partida.

O retrospecto do Esquadrão contra o São Paulo em jogos oficiais como mandante é favorável: nove vitórias, cinco empates e cinco derrotas, com 25 gols marcados e 19 sofridos. O último triunfo foi em 2 de setembro de 2012: 1 a 0 no Pituaçu. Na nova Fonte, no entanto, são duas derrotas: 1 a 0 (2013) e 2 a 0 (2014).

"Tive a oportunidade de assistir o jogo [São Paulo 1x2 Coritiba] pela TV. O São Paulo vem para o tudo ou nada. É ter o máximo de cuidado, de atenção, para não ser surpreendido", contou Preto.

Como jogador, o interino tem uma boa experiência para contar.

"Foi em 2003, ganhamos de 3 a 1 e fiz um gol. Foi um dos mais difíceis que fiz na carreira", lembrou Preto.

A única mudança no time é a saída do lateral-esquerdo Matheus Reis, que vai cumprir suspensão, para a entrada de Armero, que está recuperado de lesão.