Edição do dia
Sex, 04/08/2017 | Atualizado em: 04/08/2017 às 05h00

Polícia dá tombo seguro em quadrilha

Miriam Hermes
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Acusado de ser o líder do tráfico de drogas no oeste do estado e suspeito de ser autor e mandante de pelo menos 20 homicídios, Josemir da Silva Vitorino, 40 anos, o Nego Jó, foi morto em troca de tiros com uma força-tarefa formada por policiais civis e militares da Bahia e Goiás e prepostos da Polícia Federal.

O confronto aconteceu anteontem, no bairro Parque dos Pirineus, em Anápolis (GO), em um imóvel utilizado pelo grupo para armazenar e processar drogas. No local, os policiais encontraram 50 kg de cocaína. Também foram apreendidos equipamentos e matéria-prima usados na mistura da droga e veículos usados pelo grupo. A polícia ainda localizou na residência cinco pistolas 9 mm e uma .40, um kit rajada, além de R$ 20 mil em espécie.

Na casa foram presos a mulher de Josemir, Carla Cristina Santos da Silva, 31, o irmão dele, Jaudeni da Silva Vitorino, 23, Reginaldo Osano da Silva, 28, e Ronilton dos Santos Rocha, 22.