Edição do dia
Qua, 02/08/2017 | Atualizado em: 02/08/2017 às 15h04

Lei quer acabar com confusãoem fiação

Anderson Sotero
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Em vários bairros o cenário é o mesmo: uma confusão de fios que oferecem riscos de choque elétrico à população e a técnicos que trabalham nos equipamentos. O problema está na mira de uma lei municipal, publicada no Diário Oficial do Município no dia 5 de julho. A norma prevê multa para empresas prestadoras de serviços de energia elétrica, telefonia, TV a cabo e internet que não removerem cabos e fiação em excesso ou sem uso.

Pela nova lei, a prefeitura é responsável por notificar os responsáveis, que terão 30 dias para apresentar um plano de remoção do que está em excesso ou desuso. Se descumprirem o plano ou não o apresentarem, serão multadas em R$ 5 mil e um novo prazo de 30 dias será dado. A cada 30 dias de descumprimento, será aplicada multa de R$ 20 mil.