Edição do dia
Qua, 02/08/2017 | Atualizado em: 02/08/2017 às 15h04

boa hora graças à equipe de policiais

Alexandre Santos
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Ele pesa 3,45 kg, tem bochechas coradas e um corpinho de 48 cm. Menos de 24 horas após vir ao mundo em plena Ladeira da Praça (Centro Histórico), Jean Silva de Oliveira apresentava credencias de um bebê saudável e sem qualquer intercorrência em seu prontuário médico.

Alvo de uma agenda concorrida, aliás, ele passou suas primeiras horas de vida sendo paparicado nos corredores da Maternidade Tsylla Balbino, na Baixa de Quintas. Numa parte do dia, atendeu profissionais de imprensa. Na outra, recebeu a visita daqueles que, por obra do destino, se tornaram seus padrinhos. Lotados na 19ª CIPM (Paripe), o sargento Souza e equipe são responsáveis pelo parto que possibilitou Merciane Silva dos Santos, 23 anos, trazê-lo à luz, às 18h da última segunda-feira (31). Naquela noite chuvosa, os militares seguiam para uma solenidade na região quando foram avisados sobre uma mulher que estava se sentindo mal.

Ao chegar no local informado, a guarnição encontrou Merciane numa calçada, sentindo fortes contrações.

Uma ambulância do Samu chegou a ser acionada, mas já era tarde: os PMs perceberam que não haveria mais tempo para o socorro. "Andamos com luvas descartáveis e álcool em gel. Somos treinados para lidar com esses tipos de ocorrência e conseguimos trazer essa criança com vida e saudável", relembrou a soldado Ionara Gomes.