Edição do dia
Sáb, 29/07/2017 | Atualizado em: 29/07/2017 às 05h00

Recordação que inspira

Tiago Lemos
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

A data 24 de maio de 2017 já está guardada na memória do torcedor tricolor. Era uma quarta-feira à noite, que serviu para o Bahia acabar com um jejum de 15 anos sem títulos regionais. O simples triunfo por 1 a 0 foi suficiente para o Esquadrão vencer o Sport pelo placar de 1 a 0 e ser tricampeão do Nordeste.

Amanhã, dia 30 de julho, a Fonte Nova vai receber o mesmo clássico regional, às 4h da tarde, pela 17ª rodada do Brasileirão. Desta vez, no entanto, o Tricolor vive situação mais complicada que o Leão pernambucano: ocupa o 14º lugar da Série A com 19 pontos, enquanto o Sport é o sexto com 24.

Dentro de campo, muitas peças diferentes. A provável escalação do Bahia, por exemplo, deve ter pelo menos cinco atletas que não foram titulares naquela final. Edigar Junio, autor do gol do título, ainda passa por um processo de transição após uma canelite.

Ao lado do campo, mudanças dos técnicos. No Bahia, saiu Guto Ferreira e chegou Jorginho. No Sport, o renomado Vanderlei Luxemburgo substituiu Ney Franco.

Régis, grande destaque do primeiro semestre, ainda briga por uma posição no Bahia depois de se recuperar de uma lesão na coxa. Para a partida, ele tem a concorrência de Vinicius.

E Jorginho prefere manter o mistério. "No momento, a gente não vai falar quem vai entrar. A gente está treinando algumas possibilidades, algumas formações, até mesmo na lateral direita. E a própria entrada do Régis ou Vinicius [no meio].

Na lateral direita, Régis Souza e Éder brigam por uma vaga – Eduardo está suspenso. Na zaga, Lucas Fonseca está confirmado. No ataque, Allione, com dores no joelho, sai e Mendoza joga. Rodrigão também deve ser escalado.