Edição do dia
Sex, 21/07/2017 | Atualizado em: 21/07/2017 às 05h00

Jogo duro Lula perde R$ 9 milhões

das agências
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

A Brasilprev bloqueou cerca de R$ 9 milhões depositados em dois planos de previdência privada, em nome do ex-presidente Lula. A medida foi comunicada ao juiz Sérgio Moro, que cuida da Lava Jato e já havia determinado ao Banco Central o bloqueio de R$ 606 mil das contas do petista.

O documento da Brasilprev indica que o dinheiro está dividido em dois planos de previdência, um de R$ 7.190.963,75 e o outro de R$ 1.848.331,34. Nos dois casos, foi feito apenas um aporte, no dia 6/6/2014.

O bloqueio atingiu ainda imóveis pertencentes ao ex-presidente, incluindo dois carros, três apartamentos e um terreno, em São Bernardo do Campo (SP). Apreensão de bens é medida cautelar, que evita que o réu se desfaça de valores que podem ser entregues à Justiça após decisão definitiva.

No momento, Lula pode usufruir dos bens. Quantos aos carros, ele não pode vender ou repassar a outras pessoas. O valor dos imóveis deverá ser descontado da multa de R$ 16 milhões.