Edição do dia
Qua, 19/07/2017 | Atualizado em: 19/07/2017 às 05h00

Dureza! Moro compara Lula a Cunha

das agências
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

O juiz Sérgio Moro decidiu manter a pena de nove anos e seis meses imposta ao ex-presidente Lula por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Em resposta à defesa do petista, ele disse que "não há omissão, obscuridade ou contradição" na sentença. Para Moro, a reforma do triplex do Guarujá, no litoral paulista, é a prova da corrupção. O juiz chegou a comparar Lula ao deputado cassado Eduardo Cunha, preso em Curitiba e condenado pela Lava Jato: "Ele também afirmava como álibi que não era o titular das contas no exterior que haviam recebido depósitos de vantagem indevida". Em nota, os advogados de Lula afirmam que Moro tem a "intenção permanente de agredir a honra" do ex-presidente e que não consegue esconder sua parcialidade.