Edição do dia
Qua, 17/05/2017 | Atualizado em: 17/05/2017 às 05h00

Na Ufba Casal armou emboscada

ANDREZZA MOURA
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Sem titubear nem demonstrar arrependimento, Wilma Souza da Cruz, 25 anos, a Flor, confessou ter planejado e participado diretamente da tentativa de roubo que resultou na morte do mototaxista Rogério de Santana Souza, 30, o Gordo, na última quinta-feira (11), no estacionamento da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Ufba, na Federação.

Ela disse que tramou o crime com a ajuda de uma prima de prenome Nelma e que a intenção era roubar R$ 4,5 mil do rapaz, valor referente à premiação de uma rifa. Mas afirmou que foi a prima quem a convidou para participar da ação .

"Nelma me falou: 'Oh, Flor, tem uma parada boa aí para a gente'. Aí eu falei: 'Nelma, Nelma, olhe o que você está fazendo'. Mas ela disse que o negócio era certo, que ele [Gordo] sempre saía com o dinheiro da rifa", contou ela.

Flor e o companheiro, Luiz Paulo Moro da Silva, 29, foram presos ontem pela manhã, em Simões Filho, na Região Metropolitana, por investigadores da 1ª Delegacia de Homicídios (DH/ Atlântico). Foi Luiz quem atirou na vítima. A polícia agora tenta prender a prima da mulher e um homem, que não teve o nome revelado. Eles estavam no carro dando cobertura à dupla.

Publicidade