Edição do dia
Qua, 10/05/2017 | Atualizado em: 10/05/2017 às 05h00

É hoje! Moro e Lula: cara a cara em Curitiba

das agências
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) negou o pedido da defesa do ex-presidente Lula para suspender o processo do triplex do Guarujá. Com isso, está mantido para hoje, às 14h, o depoimento do petista ao juiz Sérgio Moro .

Nesta ação penal, Lula é acusado de receber o triplex em troca de favorecimentos à construtora OAS em contratos na Petrobras. Após o depoimento do petista, o processo chegará à fase final. O Ministério Público Federal e a defesa poderão pedir as últimas diligências ou, caso contrário, Moro determinará os prazos para as partes apresentarem as alegações finais.

Em seguida, os autos do processo voltam para Moro, que vai definir a sentença, podendo condenar ou absolver Lula e os demais réus da ação. Não há prazo para publicação da sentença. Em caso de condenação, Lula poderá aguardar em liberdade o julgamento do recurso em segunda instância. Se então houver confirmação da decisão, ele será preso.

O TRF4 também negou o pedido da defesa para fazer uma gravação independente do depoimento do petista. Na avaliação do juiz, tratou-se de solicitação "inusitada".