Edição do dia
Qua, 03/05/2017 | Atualizado em: 03/05/2017 às 05h00

#força Jayme Figura precisa de ajuda

ANA PAULA SANTOS*
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Popularmente conhecido na capital baiana por usar o corpo como expressão artística, Jaime Andrade Almeida, 58, o Jayme Figura, enfrenta problemas de saúde, após ter sido atropelado. Uma campanha criada no Facebook visa arrecadar dinheiro para custear seu tratamento.

A mobilização, liderada pelo cineasta Daniel Lisboa e pelo presidente do grupo gay da Bahia (GGB), Marcelo Cerqueira, pede que as pessoas depositem qualquer quantia na conta 0038116-0, agência 2210, do banco Bradesco.

Na sala da casa de Jayme, localizada no bairro de Sussuarana Velha, os resultados de uma bateria de exames sobre o sofá refletem a atual condição de saúde do artista após o acidente que ocorreu há seis meses na Rua Carlos Gomes, no Centro. "Só um momento. Estou com dificuldade para sentar e levantar", pediu antes do início da entrevista com a reportagem.

Sofrendo com dores na coluna, sem conseguir movimentar as articulações dos braços e dos pés e com problemas de memória, Jayme contou que não consegue marcar consultas com ortopedista, cardiologista e neurologista pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O artista contou que o acidente ocorreu enquanto comemorava a eleição do prefeito ACM Neto no pleito de 2016. "Fui pego, de surpresa, pelas costas".

O artista deu entrada no Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVat), mas ainda não recebeu a indenização.

Sob a supervisão do editor-coordenador Luiz Lasserre