Edição do dia
Seg, 17/04/2017 | Atualizado em: 17/04/2017 às 05h00

Invencibilidade no apagar das luzes

Davi Fonseca*
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Dominado pelo Vitória da Conquista, o Vitória passou sufoco ontem, no Estádio Lomanto Júnior, em Vitória da Conquista, no jogo de ida das semifinais do Campeonato Baiano, conseguindo o empate no apagar das luzes na partida que terminou em 1 a 1.

Com desfalques, a equipe rubro-negra foi para a casa do Bode fazendo um jogo confortável para o adversário. O time mandante deu trabalho para a defesa do Vitória e chegou muito perto de abrir o placar, ainda no primeiro tempo.

Aos 15 minutos, o atacante Tatu cortou Alan Costa e bateu cruzado. Kanu desviou a bola e quase marcou contra – sorte que o lateral Patric afastou o perigo já perto da linha.

"A gente criou várias chances de gols. Agora é acertar para no segundo tempo fazer o gol", disse o volante Maicon, do Conquista, que terminou o primeiro tempo com muita moral, depois de dar várias 'canetas' em jogadores do Leão.

O dia foi especial para o goleiro Fernando Miguel. Confirmado no time titular, completou 100 jogos com a camisa do Vitória. Foi e primeira vez em que ele completou a marca centenária em um clube na carreira. Suas defesas livraram a equipe, que voltou para o segundo tempo tocando pouco na bola e sem entrosamento.

O ritmo do jogo diminuiu, com um Conquista já cansado, mas, ainda assim, aos 25 minutos, Todinho recebeu na ponta direita, invadiu a área do adversário e bateu no ângulo, abrindo o placar com um golaço.

Durante o jogo, os atletas rubro-negros foram advertidos com cinco cartões amarelos. Duas advertências decorreram de reclamações, para André Lima e Willian Farias. Já Geferson, Euller e Kanu foram punidos por faltas.

"Tivemos várias adversidades, pecamos em muitos momentos, mas futebol é assim. Graças a Deus tive a felicidade de fazer o gol. Agora é descansar", disse o atacante André Lima, após marcar aos 50 do segundo tempo, garantindo o empate.

Time de melhor campanha do estadual, o Vitória jogará por um empate no Barradão, no próximo domingo, para garantir vaga na final. O Vitória da Conquista joga por um triunfo por qualquer placar para chegar à decisão do Baianão – que seria a segunda do Bode nos últimos dois anos.

* Sob a supervisão da editora-coordenadora Ana Paula Ramos.