Edição do dia
Sáb, 15/04/2017 | Atualizado em: 15/04/2017 às 05h00

Pastor só queria viver em pecado com garotas

Estadão Conteúdo
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

O pastor e ex-candidato a vice-prefeito de Cuiabá (MT) pelo PSD em 2012, Paulo Roberto Alves, 52 anos, foi preso em flagrante pela Polícia Militar, por suspeita de estupro de vulnerável e favorecimento à prostituição de uma criança de 11 anos e uma adolescente de 16 anos, na noite de quarta-feira, 12. Segundo a polícia o pastor teria pago R$ 100 para a mais velha e R$ 50 para a mais nova. As vítimas disseram que foram levadas para a casa do suspeito, onde ficaram no mesmo quarto. A de 16 anos também informou que recebeu uma ligação do suspeito no celular depois que a PM passou pelo local, pedindo para ela não relatar o ocorrido em troca de R$ 200.

Publicidade