Edição do dia
Sáb, 01/04/2017 | Atualizado em: 01/04/2017 às 05h00

Protesto Galera na bronca com as reformas

Aurélio Lima e Redação
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Após o protesto que travou a avenida ACM na manhã de ontem, manifestantes saíram do Campo da Pólvora em direção ao Forte do Barbalho. O ato teve a participação de representantes de diversas categorias. Eles protestaram contra as reformas propostas pelo governo do presidente Michel Temer.

Vários professores estaduais e municipais participaram da manifestação. Os professores Leandro Pessoa, 32 anos, e Milena Farias, 26, decidiram levar a filha Flora, de 2 anos, para o protesto.

"Desde a primeira manifestação, no dia 15, que a gente participa. Esses dias Flora perguntou se a gente ia no 'Fora Temer'", explicou Leandro.

Estudantes também engrossaram o movimento. Os participantes fecharam as vias. PM's desviaram o trânsito para a rua Pedro Américo, de onde os veículos seguiram para o Dique.

O protesto na avenida ACM afetou a rotina de quem passou pela via no início da manhã. Os manifestantes fecharam a avenida, o que afetou o trânsito