Edição do dia
Sex, 24/03/2017 | Atualizado em: 24/03/2017 às 05h00

Tuberculose é bicho ruim!

Camila de Jesus
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Hoje é celebrado o Dia Mundial de Combate à Tuberculose e o número de doentes na Bahia é preocupante. Segundo a Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), Salvador já registra, este ano, 468 casos da doença, com 17 mortes, o que ajuda a colocar a Bahia no terceiro lugar do ranking nacional. Mudar esse cenário depende de diagnóstico precoce e tratamento até o fim.

Causada pelo bacilo de Koch, a tuberculose ataca os pulmões, principalmente de jovens adultos, em especial os que abusam do álcool e não se alimentam adequadamente. Isso não significa que outros grupos não sejam afetados e apresentem sintomas como tosse por mais de três semanas, febre e perda de peso.

Segundo o pneumologista do Hapvida Jorge Benevides, além de reconhecer logo a doença e procurar um médicos, é preciso seguir à risca o tratamento. "A interrupção pode levar à resistência aos remédios, tornando mais difícil a cura, além de elevar o tempo de terapêutica e até levar à morte", alerta.

* Sob a supervisão da editora-coordenadora Ana Paula Ramos.

Publicidade