logo Jornal Massa!

Plantão

Qua, 16/05/2018 | Atualizado em: 16/05/2018 às 11h24

Demorou Cai matador de dançarino

Conteúdo ANDREZZA MOURA

ANDREZZA MOURA

andrezza.moura@jornalmassa.com.br

Mais um suspeito de participar do assassinato do dançarino Marcos Venício Santos de Jesus, 32 anos, o Nego Pom, em junho de 2016, foi preso pela Polícia Civil, ontem de manhã, em Periperi – Subúrbio Ferroviário.

Lucas da Silva Reis, 21, o Joris, foi detido por policiais do Serviço de Investigação da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Periperi, na localidade do Congo – Nova Constituinte –, em cumprimento a um mandado de prisão preventiva por tentativa de homicídio contra a companheira, em janeiro.

Segundo a delegada Simone Moutinho Borges, titular da Deam, apesar de não ter mandado de prisão pela morte do dançarino, Joris confessou o crime. "Tivemos a informação de que ele era um dos autores da morte de Nego Pom", disse a titular.

Os investigadores chegaram ao paradeiro dele, após uma denúncia anônima. Joris estava morando em uma casa alugada, há alguns dias.

No imóvel, foram encontrados um revólver calibre 38 municiada, 14 trouxas de maconha, uma quantidade de maconha prensada e seis pinos para acondicionar cocaína. Ele também foi preso em flagrante por porte ilegal de arma e tráfico de drogas.