logo Jornal Massa!

Esportes

Qui, 03/08/2017 | Atualizado em: 03/08/2017 às 05h00

Alma lavada! Leão enche a pança na Toca

Conteúdo Rafael Tiago Nunes

Rafael Tiago Nunes

rafaeltiago@jornalmassa.com.br

Missão dada é missão cumprida! Logo na sua chegada ao Vitória, o técnico Vágner Mancini prometeu fazer o Leão voltar a ser temido dentro de casa. E no seu primeiro jogo no Barradão o objetivo foi alcançado. O Rubro-Negro meteu 3 a 1 na Ponte Preta, ontem, com direito a dois gols do atacante colombiano Santiago Tréllez, e de quebra acabou com a sequência de cinco jogos sem vencer.

Mesmo com o resultado, o Vitória continua na penúltima colocação, agora com 16 pontos. A única surpresa negativa foi Carlos Eduardo, vetado pouco antes da partida. Neílton ganhou a camisa 10, deixou a marca dele e cobrou o escanteio para o primeiro gol do Vitória.

Mas a noite foi do colombiano Tréllez. "Hoje a intensidade do time fez a diferença. O time vinha trabalhando bem, mas às vezes as coisas não saem como a gente gosta. Com o Gallo, o gol não vinha saindo. Agora saíram rapidamente", disse.

O Leão começou a partida com tudo. Logo no primeiro minuto de jogo, o time conseguiu um escanteio. Neílton cobrou na medida para Santiago Tréllez abrir o placar de cabeça.

A pressão continuou e, com a Ponte Preta perdida em campo, não demorou para o Vitória ampliar. Após cruzamento de Juninho, Rodrigo escorregou e a bola sobrou para Neílton escolher o canto e mandar para as redes.

O Rubro-Negro continuou pressionando, apertando, arriscando com David, Neílton, Tréllez, Yago, e o terceiro gol veio aos 35 minutos. David arrancou e tocou com açúcar para Tréllez acertar uma pancada no ângulo e fazer 3 a 0.

Na segunda etapa, Élton descontou para a Macaca. Mas foi só. O Vitória só administrou o placar e a Ponte pouco ameaçou.